SEJA BEM-VINDO.

Este é um blogue humilde.

Espero, que se sinta bem, aqui.



Nem sempre o dia amanhece, igual

E, então, a nossa Alma, por tal

Reflete a luz de modo diferente

O importante é olhar o mundo

E tentar entender o seu profundo

E caricato modo de moldar a gente





Espero, que aprecie os momentos, que

estiver, aqui, e que esse seja um motivo,

para que volte.





POR FAVOR, DEIXE OS COMENTÁRIOS NOS POEMAS, APENAS.

CASO CONTRÁRIO ACABARÃO, POR PERDER-SE, AQUANDO DA

RENOVAÇÃO DO BLOGUE



apsferreira



sexta-feira, 4 de março de 2011

A esperança

Tu podes não gostar, de mim.
Pelo menos, é o que tu dizes...
Mas tu deixas eu te acarinhar
- em pensamento, te beijar
Tu deixas eu te dar o meu amor
e, assim, tornas os meus dias mais felizes
E, por isso, é, com fervor, que eu continuo a te acarinhar
na esperança de o teu coração abrir
e nele incutir a semente,
que, no momento proeminente, vá germinar
e gerar o tão desejado amor.

apsferreira

3 comentários:

Marion Lemos disse...

Lindo poema!
A esperança de um grande amor.
Linda tarde e ótimo final de semana
para ti!

Beijos

Marion

Susan disse...

A esperança que vive no coração e se faz poesia ,lindo!!!
beijos
Susan

EU disse...

A desistência não faz parte da essência do ser humano... Parabéns por essa força! :)