SEJA BEM-VINDO.

Este é um blogue humilde.

Espero, que se sinta bem, aqui.



Nem sempre o dia amanhece, igual

E, então, a nossa Alma, por tal

Reflete a luz de modo diferente

O importante é olhar o mundo

E tentar entender o seu profundo

E caricato modo de moldar a gente





Espero, que aprecie os momentos, que

estiver, aqui, e que esse seja um motivo,

para que volte.





POR FAVOR, DEIXE OS COMENTÁRIOS NOS POEMAS, APENAS.

CASO CONTRÁRIO ACABARÃO, POR PERDER-SE, AQUANDO DA

RENOVAÇÃO DO BLOGUE



apsferreira



sexta-feira, 25 de março de 2011

Coração, obstinado

A tua ausência doe
doe tanto...
e corrói minh` alma e o coração

Ela põe o meu coração, em pranto...

Para mim, tu és o mundo inteiro...

Tu és o futuro
como se bordado minuciosamente, à mão,
pela doçura deste meu amor
puro
tão verdadeiro...
...............
e, assim, nesta tua ausência,
eu sinto-me completamente desnorteado

Eu sinto-me imolado, nesta dor,
que me assola.
Ela me imola a Alma e o coração
pois, por ela,
desde, há tanto que ele se vê tão cruelmente fustigado.

Castigado, pela vida,
ele, cada vez mais, se esquiva
a essa dor massiva
que, de vida, o priva
e, a cada dia, mais o isola

Oh, coração obstinado...!

Como podes tu ainda ver-te ressuscitado
em esperança
que há tanto eu vi perdida?

Como podes tu ver-te catapultado
por essa mola
que há tanto eu pressinto partida?

apsferreira

3 comentários:

Susan disse...

Amigo assim é um coração obstinado , luta , sofre e chora em busca do ser amado ...
Poema sentido e muito bom de se ler !!!
Beijos
Susan

BELA FLOR. disse...

Boa noite! Que lindo! Amigo,parabéns bela poesia,beijos

maria gorete disse...

Poema doído por uma ausência que afoga a alma...Que dorido!!!Sabes bem tocar o coração...beijos.