SEJA BEM-VINDO.

Este é um blogue humilde.

Espero, que se sinta bem, aqui.



Nem sempre o dia amanhece, igual

E, então, a nossa Alma, por tal

Reflete a luz de modo diferente

O importante é olhar o mundo

E tentar entender o seu profundo

E caricato modo de moldar a gente





Espero, que aprecie os momentos, que

estiver, aqui, e que esse seja um motivo,

para que volte.





POR FAVOR, DEIXE OS COMENTÁRIOS NOS POEMAS, APENAS.

CASO CONTRÁRIO ACABARÃO, POR PERDER-SE, AQUANDO DA

RENOVAÇÃO DO BLOGUE



apsferreira



terça-feira, 14 de dezembro de 2010

......................... Submissão ...........................

.................................................................................................. Esse teu sorriso, tão doce, tão terno, ....................
............................ mas, tão conciso, ...............................
..................... pois, é sempre tão efémero, .........................
.......................... quando ele acontece ..............................
..................... merece uma prece, ao eterno. .......................
.................................................................................
.............. Pois, ele tira-me o siso e logo desaparece... .............
.................................................................................
..................... É ele, que te dá esse teu brilho ......................
. e mais não é preciso, para que transformes o meu estar na vida, .
......................... neste verdadeiro inferno .........................
.................................................................................
.................................................................................
......................... Tu és tão linda, morena... .......................
........ Ah, quanta pena eu tenho de não me conheceres bem ........
................................... ainda ......................................
................ e que me trates, com esse desdenho... .................
... Um dia eu vou te encontrar - eu vou te sentir, eu vou te tocar ...
......................... eu vou fazer-te vibrar! ...........................
. E a segurar a tua mão, eu vou obrigar-te, então, a beijar o chão .
........................ que tu me vires a pisar ...........................
................................................................................
................................ apsferreira ..................................
.................................................................................

Um comentário:

Susan disse...

Amigo que poema forte e cheio de paixão e desejo do querer ...
Muito bom de ler !!!!
Beijos