SEJA BEM-VINDO.

Este é um blogue humilde.

Espero, que se sinta bem, aqui.



Nem sempre o dia amanhece, igual

E, então, a nossa Alma, por tal

Reflete a luz de modo diferente

O importante é olhar o mundo

E tentar entender o seu profundo

E caricato modo de moldar a gente





Espero, que aprecie os momentos, que

estiver, aqui, e que esse seja um motivo,

para que volte.





POR FAVOR, DEIXE OS COMENTÁRIOS NOS POEMAS, APENAS.

CASO CONTRÁRIO ACABARÃO, POR PERDER-SE, AQUANDO DA

RENOVAÇÃO DO BLOGUE



apsferreira



sábado, 30 de abril de 2011

Juras, de Amor

Não me peças, que eu jure que eu vou te amar
Para o resto da minha vida
Pois, isso, é difícil de prometer
Mesmo que eu queira te agradar...
Já, que eu não teria como saber
Se tal me seria possível cumprir
E é sempre muito arriscado vaticinar
Sobre o que no futuro está para fluir...
E então minha querida
Como poderia eu assim te prometer
Uma coisa tão crucial, para tua vida,
Se tanta coisa poderia acontecer
E, a faltar à minha palavra, eu poderia vir...?

Mas, minha linda - meu amor
Há algo que te posso garantir
E faço-o, sem qualquer pudor...
Pois, isso, ainda eu estou certo poder cumprir
É que tudo eu irei fazer
Para ser um verdadeiro merecedor
Desse teu doce amor e por inteiro
Nos tempos que estão, para vir...

Assim, prometo ser sempre um cavalheiro
Amante e muito respeitador
Amigo e companheiro
Um verdadeiro cumpridor
Que te dará apoio, a tempo inteiro,
E tudo o mais que fomente
O crescente do teu amor

apsferreira

Juras, de Amor - Poemas de dedicatória - Poemas e Frases - Luso-Poemas

2 comentários:

Susan disse...

Amigo acho teu poema pertinete no que se diz juras de amor ... só o tempo diz quanto tempo dura uma relação de afecto , mas porém olhando por outro lado podemos ver que seu comprometimento com o amor é verdadeiro pois tu é verdadeiro ...
Um beijo
Susan

Maria disse...

Gostei