SEJA BEM-VINDO.

Este é um blogue humilde.

Espero, que se sinta bem, aqui.



Nem sempre o dia amanhece, igual

E, então, a nossa Alma, por tal

Reflete a luz de modo diferente

O importante é olhar o mundo

E tentar entender o seu profundo

E caricato modo de moldar a gente





Espero, que aprecie os momentos, que

estiver, aqui, e que esse seja um motivo,

para que volte.





POR FAVOR, DEIXE OS COMENTÁRIOS NOS POEMAS, APENAS.

CASO CONTRÁRIO ACABARÃO, POR PERDER-SE, AQUANDO DA

RENOVAÇÃO DO BLOGUE



apsferreira



sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Num Churrasco...

Lá pr`às bandas dos Mosteiros
Um lugar realmente aprazível
Passou-se uma história incrível
Entre copos, sardinhas e braseiros

É, que entre tanto, tanto, churrasco
Com tanta sardinha, tanta cerveja
E, ao lado, pão de milho na bandeja
Há sempre aquele dia que dá fiasco

Eu sempre disse aos meus dois filhos
Que comessem, com conta e medida
E que nunca abusassem da bebida
Pois, poderiam meter-se em sarilhos

No último, eu ri-me até cair morto
Pois, a coisa deu mesmo p`ro torto...

Ainda, o Becas arrancava as cuecas
Já estava, o Chico, sentado no penico...

apsferreira

3 comentários:

Zaza Rib disse...

Puxa vida que churrascada! Adorei o texto.

Susan disse...

Muito bom texto com uma pitada de humor sutil ,gostei muito !!!!
Beijo
Susan

ORK disse...

Tá mt fixe o texto... :) A parte das cuecas na mão era escusada! :P até pq churrasco não dá c@g@n3|r@. :P