SEJA BEM-VINDO.

Este é um blogue humilde.

Espero, que se sinta bem, aqui.



Nem sempre o dia amanhece, igual

E, então, a nossa Alma, por tal

Reflete a luz de modo diferente

O importante é olhar o mundo

E tentar entender o seu profundo

E caricato modo de moldar a gente





Espero, que aprecie os momentos, que

estiver, aqui, e que esse seja um motivo,

para que volte.





POR FAVOR, DEIXE OS COMENTÁRIOS NOS POEMAS, APENAS.

CASO CONTRÁRIO ACABARÃO, POR PERDER-SE, AQUANDO DA

RENOVAÇÃO DO BLOGUE



apsferreira



sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

No Coração, de uma Mulher

A dor e o amor andam de mão dada,
na vida malfadada
de uma mulher,
que sofre, por lhe falta o doce amor,
que ela tanto quer

Sob o negro véu pendem os seus olhos,
plenos de vida,
quiçá, agora, adormecida na dor da paixão,
que trespassa o seu pobre coração,
que se vê falido, no amor

No mistério do seu olhar eu vejo escondido um império,
que me faz delirar, pois, que me faz extravasar em sonhos
de parâmetros medonhos

Neles eu divago de um modo verdadeiramente vago

Ah, quão grata seria ter a possibilidade te conquistar,
ó famigerado império...,
pois, que é notória a influência, inglória,
que tem o teu governante,
que, de um modo errante, continua a o dominar

Alma dorida, deixa-te tomar pela razão e atira o negro véu ao chão

Abre-te o teu coração à vida

apsferreira

2 comentários:

maria gorete disse...

que poema lindo que retrata verdadeiramente o sentimento da mulher.A mulher ama e pronto,é sentimento a flor da pele.parabéns poeta dos sentimentos...beijos.

Susan disse...

Albano que poema lindo , aonde o amor da mulher é inaltecido embora não vivido ....
Lindo !!!!
Beijos
Susan