SEJA BEM-VINDO.

Este é um blogue humilde.

Espero, que se sinta bem, aqui.



Nem sempre o dia amanhece, igual

E, então, a nossa Alma, por tal

Reflete a luz de modo diferente

O importante é olhar o mundo

E tentar entender o seu profundo

E caricato modo de moldar a gente





Espero, que aprecie os momentos, que

estiver, aqui, e que esse seja um motivo,

para que volte.





POR FAVOR, DEIXE OS COMENTÁRIOS NOS POEMAS, APENAS.

CASO CONTRÁRIO ACABARÃO, POR PERDER-SE, AQUANDO DA

RENOVAÇÃO DO BLOGUE



apsferreira



quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Para Quê Amanhecer...?

Eu pergunto-te se vale a pena amanhecer
Na doce esperança de te ter/ de te ver
Quiçá, de ouvir o telefone tocar
E ficar aqui a te observar
A te esperar, e para aqui a me retorcer
Com a saudade a me torturar

Como poderei eu viver em paz
Viver na pretendida alegria
Se só a tua presença me apraz
Se na vida tu és o meu dia
Se por te ter eu tanto me esmero
Pois, na vida tu és tudo o que eu quero
E a tua ausência é uma verdadeira agonia

Eu vivo cada dia sem saber
O que mais eu hei de eu fazer
Qual o melhor modo de poder te mostrar
Que este amor precisa de acontecer
Que as nossas vidas precisam de se realizar
Para que a tristeza que ambos estamos a viver
Possa em definitivo acabar

Não há nada que o possa compensar...

Diz-me tu, minha querida, afinal,
O porquê desta situação tão brutal
Que rouba a vida, à nossa própria vida
Se vivíamos nós de mão dada
Numa situação por nós abençoada
Uma situação que nos era tão querida

Eu não sei porque ela acabou
Pois, amanheci e constatei, que tudo se evaporou
Eu só sei, que a minha vida perdeu toda a alegria
E foi então que eu fiquei sem saber
O que deveria eu... o que poderia eu fazer
Para eu poder voltar a ter a tua doce companhia

Tu sabes que eu vivo na esperança de te ter, um dia...

Por favor, se tu puderes me diz
Pois, eu sei que tu também não vives feliz

apsferreira

2 comentários:

Centelha Luminosa disse...

Amanhecer me deliciando com esse seu poema, enche-me a alma de inspiração e bom ânimo. E, assim, é muito prazeroso amanhecer nesse estado d'Alma.

Abraço carinhoso da Maria Lucia (Centelha)

Albano da Ponte Soares Ferreira disse...

Seja sempre bem-vinda, Centelha Luminosa. O seu comentário foi muito simpático.
Obrigado,
:-)