SEJA BEM-VINDO.

Este é um blogue humilde.

Espero, que se sinta bem, aqui.



Nem sempre o dia amanhece, igual

E, então, a nossa Alma, por tal

Reflete a luz de modo diferente

O importante é olhar o mundo

E tentar entender o seu profundo

E caricato modo de moldar a gente





Espero, que aprecie os momentos, que

estiver, aqui, e que esse seja um motivo,

para que volte.





POR FAVOR, DEIXE OS COMENTÁRIOS NOS POEMAS, APENAS.

CASO CONTRÁRIO ACABARÃO, POR PERDER-SE, AQUANDO DA

RENOVAÇÃO DO BLOGUE



apsferreira



quinta-feira, 19 de julho de 2012

Do Teu Sorriso Flui Um Hino

No sorriso, que tu derramas
sem quaisquer empecilho, ou tramas
há raios de sol - gotas de fresco orvalho
e um véu de noiva, encantado,
por um amanhecer em tons prata doirado
feito de luz e de brilho

Nele, há a brisa fresca de uma aurora
envolta em um doce sarilho
há o feitiço das estrelas cadentes
que faz palpitar os corações carentes
que não distinguem o bem e o mal

Há uma luz de uma transparência abismal,
de uma transparência sem sizo
uma espécie de feitiço preciso
que detém a esperança atada às correntes

Nele há a alvura dos teus ingénuos dentes
e a da tiara papal

Alva, é a mitra de um prelado
que, sob um feixe de raios de sol,
descobre a careca ao coitado

Alvo, é o coração do homem
que não distingue o bem do mal
e tapa a boca ao rouxinol

No teu sorriso há as gotas do fresco orvalho
que o refrescam pela madruga
quando, na gaiola doirada,
ele se empoleira em digno espantalho
porque, esse, diz-se homem, sem pecado

O teu sorriso é o de um homem afortunado
o do coração do passarinho
que, do sol matinal, bebe
encarcerado em uma funesta sebe

Nele, há uma espécie de feitiço
o das correntes, sem elos,
e o da alvura dos teus dentes
que enfeitiça os homens carentes
e lhes atiça, até, os cabelos

O teu sorriso tem as gotas do orvalho fresco
que o sol bebe com a geada
e lavam a alma ao espantalho
que é poleiro de um rouxinol
que, desde a aurora na ceara,
canta feliz, até ao por do sol

O homem só sente inspiração
quando o amor é genuíno
e a vida transforma-se num hino
amestrada pela paixão

Mas, apenas, se esse amor for realmente genuíno...

O teu sorriso... Esse, sim, é um verdadeiro hino
à verdade do amor, com paixão

Ele é a predição da minha perdição...

apsferreira

Um comentário:

Claudia Santos disse...

Está lindo demais o teu poema, palavras perfeitamente entoadas, fiquei deslumbrada com tamanha beleza.
Mais uma vez...meus parabéns..
Beijos em ti