SEJA BEM-VINDO.

Este é um blogue humilde.

Espero, que se sinta bem, aqui.



Nem sempre o dia amanhece, igual

E, então, a nossa Alma, por tal

Reflete a luz de modo diferente

O importante é olhar o mundo

E tentar entender o seu profundo

E caricato modo de moldar a gente





Espero, que aprecie os momentos, que

estiver, aqui, e que esse seja um motivo,

para que volte.





POR FAVOR, DEIXE OS COMENTÁRIOS NOS POEMAS, APENAS.

CASO CONTRÁRIO ACABARÃO, POR PERDER-SE, AQUANDO DA

RENOVAÇÃO DO BLOGUE



apsferreira



sábado, 20 de fevereiro de 2010

E eu perco-me ...

Eu derreto-me no teu olhar
E no teu sorriso...
E nele eu perco o juízo

Eu derreto-me, na tua docura
E na sua brandura...
E nela perco a postura

Eu derreto-me na tua aparência
E na sua eminência...
E nela eu perco a consciência

Eu derreto-me no calor de teus lábios
E nos seus dizeres sábios...
E neles eu perco-me a mim

Eu perco-me na beleza de teu corpo
E na sua formosura...
E é nela que eu perco a postura

Ah, como eu gosto, de perder-me, assim...

apsferreira

2 comentários:

Flavia Assaife disse...

Albano,

Uma delícia de poesia... até eu gostaria de perder-me assim... Belo trabalho. Abraços.

Flávia

liliana disse...

gosto de tudo que tu escreves, acho de uma docura, esta sua paixao oela vida e por t este gosto de escrever tantas coisas lindas. Esta de parabens, e quero e tenho certeza que escreveras muito mais que isso, pois sua docura desentimentos a cada que escreve aumentaras mais, e mais escrever, escrever'te sempre