SEJA BEM-VINDO.

Este é um blogue humilde.

Espero, que se sinta bem, aqui.



Nem sempre o dia amanhece, igual

E, então, a nossa Alma, por tal

Reflete a luz de modo diferente

O importante é olhar o mundo

E tentar entender o seu profundo

E caricato modo de moldar a gente





Espero, que aprecie os momentos, que

estiver, aqui, e que esse seja um motivo,

para que volte.





POR FAVOR, DEIXE OS COMENTÁRIOS NOS POEMAS, APENAS.

CASO CONTRÁRIO ACABARÃO, POR PERDER-SE, AQUANDO DA

RENOVAÇÃO DO BLOGUE



apsferreira



quinta-feira, 14 de julho de 2011

Poema do vazio

Ela chegou horrenda
Fria, cruel, tremenda
Foi então que o seu coração parou
Ela veio buscar a sua vida
Tal crueldade desmedida
Naquele momento, todo o mundo estancou
E ela simplesmente a levou

apsferreira

4 comentários:

ORK disse...

:) :)

maria gorete disse...

Poema triste,faz sentir medo.beijinhos.

Fátima Rodrigues disse...

'ELa' é (infelizmente) implacável meu querido amigo.
Mas, a vida é uma passagem...

beijos

BELA FLOR. disse...

Oi Albano...vim te visitar...como sempre esta linda suas poesias.

Beijos