SEJA BEM-VINDO.

Este é um blogue humilde.

Espero, que se sinta bem, aqui.



Nem sempre o dia amanhece, igual

E, então, a nossa Alma, por tal

Reflete a luz de modo diferente

O importante é olhar o mundo

E tentar entender o seu profundo

E caricato modo de moldar a gente





Espero, que aprecie os momentos, que

estiver, aqui, e que esse seja um motivo,

para que volte.





POR FAVOR, DEIXE OS COMENTÁRIOS NOS POEMAS, APENAS.

CASO CONTRÁRIO ACABARÃO, POR PERDER-SE, AQUANDO DA

RENOVAÇÃO DO BLOGUE



apsferreira



terça-feira, 28 de agosto de 2012

Por "Trinta Dinheiros"

Ó Alma, que tens uma ambição exacerbada
É por isso, que tu trais o teu coração
Tudo, tu trocas por um mero tostão
E depois tu sentes-te oca - esvaziada

A quem tu amas, tu ofereces a traição
Trocas as amizades por um mero nada
Ó Alma, essa tua ambição é exacerbada
Ao menos, tem de ti alguma compaixão

Senão, tu viverás vazia, oca, sem nada
E em redor procuras desesperada uma razão
Só então tu sentes de ti própria compaixão...

Ó Alma, porque tens essa ambição exacerbada?
Procura, em ti própria, a razão dessa destoada
Não deixes, que a tua Alma traia mais o teu coração

apsferreira

2 comentários:

JouElam disse...

Uma denúncia em formato poético que deveria colocar algumas pessoas em estado de transe ante a veracidade acutilante dos versos que colocam a nú certas almas que de tão mesquinhas e "psicopatas" recusam a verdade dos factos que elas mesmas , pelos seus ignóbeis actos , (com)provam ser reais ! Parabéns , amigo , por este registo que alerta sobre a hipocrisia de certos seres (i)reais ! Abraço

Fátima Rodrigues disse...

Muito real este teu poema Albano, como o entendo! Gostei, muito mesmo! Beijokinhas amigo